Enem 2019: alarme de celular durante as provas pode eliminar candidato

100% das provas do Enem 2019 já estão impressas

Está perto!! É no próximo domingo (3), o primeiro dia de aplicação das provas do Enem, Exame Nacional do Ensino Médio.

É o segundo maior exame realizado no mundo e, para dar conta de tanta estrutura, alguns cuidados são tomados pelo Inep, principalmente para evitar que alguns espertinhos tentem se dar bem, cometendo fraudes.

Um dos principais pontos previstos no edital das provas deste ano é o que determina a eliminação do candidato, caso o celular ou qualquer aparelho apite ou toque, durante as provas. E isso acontece mesmo que o aparelho eletrônico esteja dentro do envelope plástico lacrado. Por isso, o ideal é retirar a bateria do celular, se possível, ou desativar todos os alarmes. Também tem a opção de deixar o aparelho em casa.

Este ano, também, o Enem vai permitir o uso de aparelho auditivo ou implante coclear, para quem indicou a necessidade no ato da inscrição. Quase duas mil pessoas pediram o direito de utilizar os dispositivos nos dias da prova.

Ainda para garantir a segurança e evitar fraudes no Enem, nos dois dias de prova, as impressões digitais dos candidatos serão coletadas.

Fora isso, todos os locais de prova terão equipamentos que detectam ondas eletromagnéticas. Isso para garantir que ninguém entre nas salas com aparelhos eletrônicos escondidos.

Algumas atitudes que parecem inofensivas podem, também, tirar a chance dos candidatos que querem uma vaga no ensino superior.

É o caso de quem chega na sala de provas, tira as famosas selfies e posta nas redes sociais. Quem faz isso, tá fora, o melhor mesmo é não arriscar perder a chance.

Fonte: Por Sayonara Moreno | EBC

Áudio: Enem 2019: alarme de celular durante as provas pode eliminar candidato

Deixe uma resposta