Ônibus de São Paulo vão aceitar cartões de crédito e débito

Ônibus de São Paulo vão aceitar cartões de crédito e débito

A partir de segunda-feira as passagens de alguns ônibus na capital paulista vão poder ser pagas com cartão de crédito ou débito.

O novo sistema vai ser implantado ainda em fase de testes em 12 das mais de mil e 300 linhas que atendem a cidade e só vai aceitar cartões com tecnologia de pagamento por aproximação, o chamado NFC. Nesse sistema,  basta aproximar os cartões do leitor próximo à catraca para a tarifa ser cobrada.

O sistema parece com os bilhetes eletrônicos já implantados em várias cidades do país. Mas quem usar essa forma de pagamento não vai poder fazer a integração entre ônibus ou com o metrô.

Dispositivos móveis que tenham a tecnologia NFC como smartphones e pulseiras eletrônicas também podem ser usados.

As novas catracas vão aceitar cartões nacionais ou internacionais das três bandeiras que atendem mais de 90% dos consumidores brasileiros: Visa, Mastercard e Elo. A tarifa continua igual: R$4,30.

Se funcionar, a ideia é  implantar o sistema nos cerca de 14 mil ônibus da cidade. O custo ficou por conta das administradoras de cartões que em troca vão ganhar 3% do valor das passagens de um sistema de transporte que atende mais de 10 milhões de passageiros por dia.

Segundo o  prefeito de São Paulo,  Bruno Covas, do PSDB, se a nova modalidade funcionar, os cobradores devem ser reaproveitados em outras atividades nas empresas.

Já o secretário geral do Sindmotorista, Francisco Xavier, disse que a proposta chegou de surpresa e gerou preocupação.

Hoje, cerca de 17 mil pessoas trabalham como cobradores na capital paulista. Há menos de uma semana,  uma greve dos ônibus parou a cidade.  Uma das reivindicações era a manutenção dos empregos dos cobradores.

Reportagem: Eliane Gonçalves | EBC

Áudio: Ônibus de São Paulo vão aceitar cartões de crédito e débito

Deixe uma resposta