Lixo Marinho das praias do município de Governador Celso Ramos transforma em ferramenta de Educação Ambiental

Lixo marinho das praias do município de Governador Celso Ramos transforma em ferramenta de Educação Ambiental
A iniciativa faz parte de uma pesquisa de mestrado do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) e conta com a participação da Secretaria Municipal de Educação e Escola do Meio Ambiente de Governador Celso Ramos.

Conhecido por sua natureza preservada e pelas belas praias, o município de Governador Celso Ramos tem uma tradição em promover conscientização e preservação ambiental a partir de projetos de educação desenvolvidos com estudantes das escolas municipais, moradores e, na temporada de verão, com turistas. Um desses projetos é a Coleção Didática Lixo Marinho, que é um acervo composto pelo lixo coletado nas praias do município e que servirá como ferramenta de educação ambiental. A iniciativa visa despertar para a reflexão sobre os impactos das ações humanas na natureza e propõem-se a mudar hábitos para salvar a natureza.

A Coleção Didática Lixo Marinho começou a ser exposta desde maio na Escola Municipal do Meio Ambiente de Governador Celso Ramos (EMMA), mas só poderá receber visitas após a quarentena. A coleção foi desenvolvida pela engenheira Bruna Costa a partir de uma pesquisa sobre os cenários costeiros e a presença do lixo marinho, do Programa de Mestrado Profissional em Clima e Meio Ambiente do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC). O projeto está sendo estruturado em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, Esporte e Cultura (SEMEC) e a EMMA.

A coleção é montada com o lixo foi coletado nas prais do município no período entre agosto de 2019 e fevereiro de 2020. Os materiais foram levados à Escola do Meio Ambiente, passaram por um processo de triagem, limpeza, identificação e classificação quanto a origem provável do lixo marinho. Depois foram armazenados em recipientes transparentes e receberam um rótulo com uma numeração específica correspondente a uma ficha catalográfica, para pudessem ser expostos.

Para a bióloga e diretora da EMMA, Luciara Azevedo, “há pouco conhecimento da população no que se refere à educação marinha e costeira. Nesse sentido, o objetivo da coleção é possibilitar essa transmissão de informação, auxiliando os pesquisadores e conscientizando nossos alunos da rede de ensino, assim como toda população do nosso município”.

Segundo a pesquisadora e engenheira ambiental, Bruna Costa, “a problemática que envolve o lixo marinho é transfronteiriço, sendo necessário o esforço de todos”.

Ela explica que a crescente preocupação da comunidade científica com a proteção do meio ambiente tem trazido debates, principalmente sobre o lixo marinho. Um dos resultados desses debates foi a elaboração do Plano Nacional de Combate ao Lixo no Mar, lançado pelo Ministério do Meio Ambiente, em 2019, que convoca toda a sociedade a participar da solução desse problema.

“Todo esse movimento de busca por soluções vem ao encontro do trabalho que está sendo desenvolvido em Governador Celso Ramos. A coleção didática de referência de lixo marinho como parte da pesquisa se tornará um acervo importante tanto para a conscientização geral da população como para a realização de novas pesquisas na área marinha”, diz Bruna Costa.

Fonte: https://www.governadorcelsoramos.sc.gov.br/

Deixe uma resposta