Hoje é o Dia da Cachaça – bebida genuinamente brasileira

Hoje é o Dia da Cachaça - bebida genuinamente brasileira

Durante muito tempo o sabor marcante e o alto teor alcoólico, que pode variar entre 38% a 48%, afastou apreciadores de bebidas a experimentarem as sensações de uma boa cachaça. Mas agora, ela é a segunda bebida mais vendida no país. E 13 de setembro é dia desse produto tipicamente brasileiro.

Os produtores faturaram, no ano passado, R$14 bilhões, segundo o Instituto Brasileiro da Cachaça. Grande parte desse lucro vem da variedade do produto, algumas adoçadas, outras envelhecidas em barris de madeira como carvalho e amburana. O preço também é bem democrático, mas alguns exemplares chegam a custar R$ 1mil a garrafa.

Kátia Alves do Espírito Santo já é a terceira geração da família a produzir a bebida no Rio de Janeiro.

E essa bebida tão peculiar tem especialistas em seus sabores: são os someliers da cachaça. Um deles é Jairo Martins que dá alguns exemplos de combinações de pratos com a bebida.

O pagamento de tributos para a produção da cachaça é um dos desafios para os produtores. De um universo de quase de 1,5 mil empresários registrados no Ministério da Agricultura, pouco mais da metade está incluída no Simples Nacional e tem uma carga tributária simplificada. Mas é necessário cumprir alguns pré-requisitos limitantes, como pontua o diretor do Instituto Brasileiro da Cachaça, Carlos Lima.

E a bebida tão conhecida dos brasileiros tem tudo para ganhar mais espaço dentro e fora do país. Já que acordo recente entre Mercosul e União Europeia não permite que nenhuma outra bebida seja comercializada com o nome cachaça.

Reportagem: Daiana Vitor | EBC

Hoje é o Dia da Cachaça – bebida genuinamente brasileira

Deixe uma resposta